Também conhecida como Matinta Perê, reza a lenda que ela é uma pessoa que carrega a maldição de se transformar em uma velha com unhas incrivelmente compridas, vestida de preto, que solta um assobio estridente e assustador. Costuma andar pela noite assobiando e quem a escuta deve prometer tabaco a ela, que no dia seguinte irá a casa da pessoa buscar o prometido. Dizem que ela também se apresenta como um pássaro negro, conhecido como “rasga-mortalha”, e quando está para morrer diz “Quem quer? Quem quer?”. A pessoa que responder a ela, achando que irá ganhar algum presente ou algo precioso, acaba ganhando a herança de se transformar em Matinta Perêra. Se escutar essa frase por aí, não vá responder, hein!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorA lenda do Capelobo
Próximo artigoLenda da Mãe-Bá