Contam as más línguas que, em 1970, o fora-da-lei fluminense Ubiratã Carlos de Jesus Chavez estava perambulando nas estradas do Rio de Janeiro quando morreu em um acidente num túnel interiorano.

Segundo essa lenda, o Opala teria sobrevivido ao trágico acidente e incorporou o espírito do bandido. Desde então, o carro estaria andando pela região do ocorrido, perseguindo qualquer um que tentasse entrar em seu túnel durante a noite.