Em 465 anos de existência, São Paulo infelizmente também foi palco de crimes que chocaram o País. O intitulado Castelinho da Rua Apa foi residência da família César Reis no início do século 20. Eles eram proprietários do famoso cinema Broadway, na avenida São João. Em 12 de maio de 1937, Álvaro César Guimarães Reis matou a própria mãe e o irmão dentro de casa. Em seguida, tirou a própria vida. As causas do crime nunca foram esclarecidas.

O Castelinho foi tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de São Paulo (Conpresp), mas ficou abandonado. Já foi abrigo para usuários de drogas, moradores de rua, depósito de sucata e, mais recentemente, serviu como sede para uma ONG.

Vizinhos relatam que ‘nada dá certo’ no local e que a construção teria sido amaldiçoada pelo dono que causou a tragédia. O Catelinho da Rua Apa pode ser visto por quem passa pela avenida São João, sentido Lapa.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorLenda do Opala preto
Próximo artigoLenda do Bebê Diabo