Essa história faz referência a um poema de 1919 do autor Yaso Saijo chamado Tomino’s Hell, contando a história de Tomino, que morre e vai diretamente para o inferno. Diz a lenda que o poema é maldito e que qualquer pessoa que o ler em voz alta morrerá impiedosamente ou, no mínimo, sofrerá muito durante a vida. Há boatos de que um locutor de rádio, certa vez, leu o tal poema em seu programa ao vivo e, no meio da transmissão, começou a passar mal, perdeu o ar, caiu e se cortou.

O “corajoso” teve que ser levado ao hospital, tomou sete pontos e, ainda assim, se recusa a acreditar que foi consequência do poema. Saijo é um poeta famoso no Japão, com muitos livros publicados, inclusive para crianças.

Esse poema, originalmente, foi provavelmente dedicado à irmã ou ao pai. Embora o poema exista desde 1919, ele só foi considerado maldito em 2004, quando saiu um livro chamado 心は転がる石のように (algo como “meu coração como uma pedra rolante”, veja o link do livro Amazon japonesa), uma coleção de ensaios produzida por um estudioso de literatura comparada chamado 四方田 犬彦 (Inuhiko Shoda). Ele diz no livro que, se o poema for recitado em voz alta, “haverá coisas horríveis irreparáveis em um momento posterior”. Não há uma menção direta à morte, mas a lenda se propagou mesmo assim.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorA boneca de Okiku – Japão
Próximo artigoVelho do saco